Jurucê - Ipanema (São Paulo - SP)


Cine Jurucê
Inauguração pública : 29/08/1952
Proprietário (em Maio/1959) : Manoel Fernandes
Empresa Cinematográfica Talia Ltda.

NOVA FASE
Inauguração pública : 01/11/1959 (13h40)
Programa inaugural :
"Imitação da Vida" e "Chamas Que Não Se Apagam".
Últimas sessões em 21/01/1968.

A partir de 01/06/1968 :
Cine Ipanema
Filme inaugural : "A Jovem e o General", com Rod Steiger e Virna Lisi.
Capacidade : cerca de 900 lugares
Últimas sessões em 31/12/1972.

Endereço : Av. Jurucê, 678 - Indianópolis

Em funcionamento ? : Não
A partir de 1973, virou uma grande loja de sapatos.
Recentemente, o prédio foi demolido e, no local, foi erguido um edifício de apartamentos.



Anúncio de 25/10/1959

Anúncio de inauguração da 2ª fase do cinema - 01/11/1959

Anúncio de inauguração - 01/11/1959

Últimas sessões - 21/01/1968

Anúncio de inauguração

Anúncio de inauguração - 01/06/1968

Últimas sessões - 31/12/1972



Licença Creative Commons
As fotos e informações deste site estão protegidas e licenciadas pela Creative Commons.

Arquivo do blog

ACESSE O BLOG INICIAL


BIBLIOGRAFIA DO BLOG

PRINCIPAIS FONTES DE PESQUISA

1. Arquivos institucionais e privados

Bibliotecas da Cinemateca Brasileira, FAAP - Fundação Armando Alvares Penteado e Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - Mackenzie.

2. Principais publicações

Acervo digital dos jornais Correio de São Paulo, Correio Paulistano, O Estado de S.Paulo e Folha de S.Paulo.

Acervo digital dos periódicos A Cigarra, Cine-Reporter e Cinearte.

Site Arquivo Histórico de São Paulo - Inventário dos Espaços de Sociabilidade Cinematográfica na Cidade de São Paulo: 1895-1929, de José Inácio de Melo Souza.

Periódico Acrópole (1938 a 1971)

Livro Salões, Circos e Cinemas de São Paulo, de Vicente de Paula Araújo - Ed. Perspectiva - 1981

Livro Salas de Cinema em São Paulo, de Inimá Simões - PW/Secretaria Municipal de Cultura/Secretaria de Estado da Cultura - 1990

FONTES DE IMAGEM

Periódico Acrópole - Fotógrafos: José Moscardi, Leon Liberman, P. C. Scheier e Zanella.

Acervos particulares de Luiz Carlos Pereira da Silva, Caio Quintino e Ivani Cury.

PRINCIPAIS COLABORADORES

Luiz Carlos Pereira da Silva e João Luiz Vieira.

OUTRAS FONTES: INDICADAS NAS POSTAGENS.