Paroquial (São Paulo - SP)

Inauguração : 1935
Fechou em 05/06/1956 e reabriu em 08/12/1956.
Proprietários : Circulo Operário do Ipiranga

Endereço : Rua Brigadeiro Jordão, 598 - Ipiranga

Capacidade : 850 lugares

Depois, a partir de 23/08/1969, cine Rubi.
Programa inaugural :
"Com 007 Só Se Vive Duas Vezes" e "A Hora da Pistola".
Teve as últimas sessões em 30/10/1969. Fechou em 31/10/1969.

A partir de 30/01/1970, cine Imperador.
Filme inaugural :
"Um Convidado Bem Trapalhão", com Peter Sellers.
Ultima sessão em 22/12/1972. Fechou em 23/12/1972.

Em funcionamento ? : Não. Tornou-se malharia, depósito de móveis, quadra de esportes, indústria metalúrgica e, agora, um belíssimo salão para eventos, onde estão preservados muitos detalhes do antigo cinema.

Notícia de reabertura do cine Paroquial São Pedro
Anúncios do cine Rubi
Jan./2010
Jan./2010
Fev./2011
Fev./2011
2016


Licença Creative Commons
As fotos e informações deste site estão protegidas e licenciadas pela Creative Commons.

Arquivo do blog

ACESSE O BLOG INICIAL


BIBLIOGRAFIA DO BLOG

PRINCIPAIS FONTES DE PESQUISA

1. Arquivos institucionais e privados

Bibliotecas da Cinemateca Brasileira, FAAP - Fundação Armando Alvares Penteado e Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - Mackenzie.

2. Principais publicações

Acervo digital dos jornais Correio de São Paulo, Correio Paulistano, O Estado de S.Paulo e Folha de S.Paulo.

Acervo digital dos periódicos A Cigarra, Cine-Reporter e Cinearte.

Site Arquivo Histórico de São Paulo - Inventário dos Espaços de Sociabilidade Cinematográfica na Cidade de São Paulo: 1895-1929, de José Inácio de Melo Souza.

Periódico Acrópole (1938 a 1971)

Livro Salões, Circos e Cinemas de São Paulo, de Vicente de Paula Araújo - Ed. Perspectiva - 1981

Livro Salas de Cinema em São Paulo, de Inimá Simões - PW/Secretaria Municipal de Cultura/Secretaria de Estado da Cultura - 1990

FONTES DE IMAGEM

Periódico Acrópole - Fotógrafos: José Moscardi, Leon Liberman, P. C. Scheier e Zanella.

Acervos particulares de Luiz Carlos Pereira da Silva, Caio Quintino e Ivani Cury.

PRINCIPAIS COLABORADORES

Luiz Carlos Pereira da Silva e João Luiz Vieira.

OUTRAS FONTES: INDICADAS NAS POSTAGENS.