Santana (São José dos Campos - SP)


Casa de Cultura Cine Santana
Inauguração pública : 12/10/1952
Fundadores :
José Quirino da Costa, José Francisco Natali e Fernando Navajas.
Endereço : Av. Rui Barbosa, 2005 - Santana
São José dos Campos - SP
Capacidade : cerca de 300 lugares
Em funcionamento ? : Sim. É um espaço cultural e cine teatro.
Telefone : (12) 3942.1227
E-mail : csantana@fccr.org.br

Histórico :
O apogeu do cine Santana foi nos anos de 1950 e 1960, exibindo filmes de Mazzaropi, grandes produções cinematográficas brasileiras
(filmes da Atlântida e da Vera Cruz) e filmes estrangeiros.
Apresentou, também, grandes nomes da música popular brasileira, como Roberto Carlos.
Serviu, também, para outras manifestações sociais, como as disputas políticas, pois o cine Santana, sendo um espaço misto, foi palco de vários comícios políticos.
O cine Santana foi um símbolo da modernidade no bairro. Típico da fase industrial, sua linguagem arquitetônica pautou-se no art-déco, estilo arquitetônico muito usado, até os anos de 1940, em muitos prédios, principalmente cinemas.
Como a maioria dos cinemas do país, no final dos anos de 1970, o cine Santana começou a entrar em decadência, devido a chegada do videocassete e, depois, do DVD player.
Nos anos de 1980, tentaram manter o cinema aberto com a exibição de filmes pornográficos. No mesmo período, no entanto, foi fechado e alugado para uma igreja evangélica.
Em 1994, entretanto, teve a função cultural restabelecida quando a "Fundação Cultural Cassiano Ricardo" alugou o prédio para desenvolver atividades nas áreas de dança, teatro e música, através da ACD - Ação Cultural Descentralizada.
Através da ACD desenvolveu-se o trabalho de memória do bairro, que destacou a importância do cinema como esteio da comunidade, e a importância de se reativar a exibição de filmes no local. Isto acabou se concretizando em 1999, com a reforma das máquinas de projeção, além da construção de camarins atrás do palco e, embaixo deles, a sala de música. Internamente, sofreu alterações no palco e inserção de pequenos elementos construtivos como puxadores e porta níquéis. Por fim, a sala que antes servia de bar foi reformada e ligada ao foyer por uma porta.
O cine Santana apresenta-se como um elemento importante para a história do bairro de Santana e da cidade. Ele e o cine Paratodos foram durante muito tempo as únicas casas de espetáculos e lazer da cidade - já que, na época de sua inauguração, o Teatro São José já havia sido desativado.
Atualmente, o espaço cultural tem um auditório com cerca de 300 lugares e recebe peças teatrais e apresentações de grupos musicais. Também exibe filmes com entrada gratuita para a população e oferece cursos gratuitos nas áreas de música, teatro e artes plásticas.

2011
2011
2011
2011
2011
2015
2015

VISUALIZAÇÃO NO SMARTPHONE

PARA UMA MELHOR VISUALIZAÇÃO DAS POSTAGENS NO SMARTPHONE, COM O CONTEÚDO COMPLETO E AS CORES ORIGINAIS, ROLE A PÁGINA ATÉ O FINAL E CLIQUE EM VISUALIZAR VERSÃO PARA WEB.

CLIQUE PARA ASSINAR

Arquivo do blog

ACESSE O BLOG INICIAL


BIBLIOGRAFIA DO BLOG

PRINCIPAIS FONTES DE PESQUISA

1. Arquivos institucionais e privados

Bibliotecas da Cinemateca Brasileira, FAAP - Fundação Armando Alvares Penteado e Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - Mackenzie.

2. Principais publicações

Acervo digital dos jornais Correio de São Paulo, Correio Paulistano, O Estado de S.Paulo e Folha de S.Paulo.

Acervo digital dos periódicos A Cigarra, Cine-Reporter e Cinearte.

Site Arquivo Histórico de São Paulo - Inventário dos Espaços de Sociabilidade Cinematográfica na Cidade de São Paulo: 1895-1929, de José Inácio de Melo Souza.

Periódico Acrópole (1938 a 1971)

Livro Salões, Circos e Cinemas de São Paulo, de Vicente de Paula Araújo - Ed. Perspectiva - 1981

Livro Salas de Cinema em São Paulo, de Inimá Simões - PW/Secretaria Municipal de Cultura/Secretaria de Estado da Cultura - 1990

Site Novo Milênio, de Santos - SP
www.novomilenio.inf.br/santos

FONTES DE IMAGEM

Periódico Acrópole - Fotógrafos: José Moscardi, Leon Liberman, P. C. Scheier e Zanella.

Fotos com publicação autorizada e exclusivas para o blog dos acervos particulares de Joel La Laina Sene, Caio Quintino,
Luiz Carlos Pereira da Silva e Ivany Cury.

PRINCIPAIS COLABORADORES

Luiz Carlos Pereira da Silva e João Luiz Vieira.

OUTRAS FONTES: INDICADAS NAS POSTAGENS.