Paratodos (São Paulo - SP)

Cine Theatro Paratodos
Inauguração : 12/09/1930 (16h30)
Programa inaugural :
"No No Nanette", com Bernice Claire e Alexander Gray
+ "Atualidades Fox""Ingênuas de Nova York" e trechos selecionados da ópera "Favorita", cantados pelo tenor Beniamino Gigli,
do Metropolitan House, de Nova York.
Slogan : Moderno! Diferente! Confortável!
Exibidor : Francisco Serrador

Reinauguração : 04/05/1947 (após reforma completa)

Endereço : Largo Santa Efigênia (entrada para a platéia), esquina com a Rua Antonio de Godói (entrada para o balcão) - Santa Ifigênia

Em funcionamento ? : Não.
Encerrou as atividades no final dos anos de 1950.

Curiosidades :
Este cinema foi inaugurado aproveitando-se de um antigo salto de patinação, com cadeiras de madeira basculantes e sem plano inclinado.
Em 1930, exibiu "O Mistério do Dominó Negro", primeiro filme nacional dirigido por uma mulher, Cléo de Verberena.
No início, havia audições musicais, com apresentações de pessoas famosas, como a pianista Antonieta Rudge, Villa Lobos (Cello), a cantora Anita Gonçalves e até mesmo, da Miss EUA de 1930 (dança).

A partir de 11/12/1957, no lugar dos balcões (plateias superiores), funcionou o cine Boulevard.
1942

Boulevard (São Paulo - SP)

Inauguração solene : 10/12/1957
Inauguração pública : 11/12/1957
Filme inaugural : "Donatella", produção italiana, com Elsa Martinelli.
Exibidor : Cia. Cinematográfica Serrador S/A.
Lançador exclusivo das produções da Art Filmes.
Slogan : "Cinema de Elite"
Endereço : Rua Antônio de Godói, 83 - Santa Ifigênia
Projetores : Simplex XL (CinemaScope)
Tela : 11,80 de comprimento por 6 metros de altura
Capacidade : 1399 lugares (plateia: 972 e balcão: 437)
Em funcionamento ? : Não. O prédio foi demolido.
Antigos balcões do cine Paratodos.

Anúncio de inauguração - 11/12/1957
Anúncio de inauguração - 11/12/1957
Anúncio de 15/12/1957
Foto de Camerindo F. Máximo

Braz (São Paulo - SP)

Inauguração pública : 24/07/1952
Programa inaugural : "Cyrano de Bergerac", com José Ferrer e "Força Contra Astucia", com Joan Leslie.
Proprietários : Empresa Brasileira de Cinemas
Endereço : Av. Rangel Pestana, 2079 - Brás
Projetores : Simplex XL
Em funcionamento ? : Não. Última sessão em 20/11/1960.
Antes, cine Babylonia.

Babylonia (São Paulo - SP)

Inauguração : 15/04/1935
Filme inaugural : "Cleopatra" (1934), de Cecil B. DeMille, com Claudette Colbert.
Proprietários : Empresa Paulista de Cinemas
Endereço : Av. Rangel Pestana, 2079 - Brás
Capacidade : 4500 lugares
Em funcionamento ? : Não. Encerrou suas atividades em 1952.
A partir de 24/07/1952, cine Braz.
Curiosidades :
O cinema foi construído no local onde funcionava o Frontão do Braz.
John L. Day, diretor da Paramount Pictures na América do Sul, esteve presente à inauguração.

1942


Filmes em exibição no cine Babylonia (foto acima)

São Paulo (Theatro) (São Paulo - SP)

Theatro São Paulo
Inauguração solene : 28/01/1914
Inauguração pública : 29/01/1914
Projeto : Alexandre Albuquerque
Exibidores :
Cia. Cinematográfica Brasileira (28/01/1914 - 03/1920)
Andrade & Cia (04/03/1920 - 17/11/1923)
Empresas Cinematográficas Reunidas Ltda. (01/01/1924 - 1929)
Capacidade : 1328 lugares

Cine São Paulo
Inauguração pública : 01/09/1941
Programa inaugural : "A Mulher Invisível", com Virginia Bruce e "A Bem Amada Impostora", com Gracie Fields e Sydney Howard + Cinédia Jornal e Jornal Fox Movietone.

Endereço : Largo São Paulo, s/nº (depois, Praça Almeida Júnior, s/nº) Liberdade

Em funcionamento ? : Não. O prédio foi demolido em 1969.

São Paulo (Theatro) (São Paulo - SP)


1943
12/1952
12/1952
12/1952
1966
1966

Paulista (Rua Augusta, 2751) (São Paulo - SP)

Inauguração pública : 16/08/1934
Filme inaugural : "Voando Para o Rio", com Dolores Del Rio, Ginger Rogers e Fred Astaire (abrindo as sessões : o jornal "Fox Mov. News 90" e o desenho animado da R.K.O. "Um Logro no Egypto").
Proprietários : José Burlamaqui Andrade e Benjamin Fineberg (Empresa Paulista de Cinemas Ltda.)
Slogan : "O mais aristocrático cinema de bairro de São Paulo"
Endereço : Rua Augusta, 2751/2767 - Jardim América (esquina com a Rua Oscar Freire)
Capacidade : 1500 lugares
Em funcionamento ? : Não. O prédio foi demolido.
No mesmo local foi construído um edifício de seis andares, onde funcionou no andar térreo, o novo cine Paulista.
Curiosidades :
Exibia, junto com o cine Broadway (centro), as produções da "R.K.O.-Radio". Tinha "boca de cena" em forma de arco.

Paulista (Rua Augusta, 2751) (São Paulo - SP)


1943

Paulista (Rua Augusta, 2767) (São Paulo - SP)

Reinauguração solene : 06/05/1955
Avant-premiere em benefício da Cia. Paulista de Combate ao Câncer.
Reinauguração pública : 07/05/1955
Filme inaugural :
"A Morte Ronda o Espetáculo", com Clyde Beatty e o seu gigantesco circo de três arenas.
Proprietários : J. B. Andrade Cinematográfia S. A. (José Burlamaqui Andrade)
Exibidor : Cia. Cinematográfica Serrador
Slogans : "O mais luxuoso cinema de São Paulo no seu mais aristocrático bairro" e "O mais luxuoso cinema de São Paulo no seu bairro de elite".
Endereço : Rua Augusta, 2767 - Jardim América
(esquina com a Rua Oscar Freire)
Curiosidades :
Contava com aparelhos de projeção Simplex (para os sistemas CinemaScope, VistaVision e SuperScope) e sistemas sonóros esteofônicos Magnético e Perspecta (4 faixas). As poltronas eram listradas com as cores da bandeira paulista. Primeiro exibidor simultâneo do Circuito Serrador.
Em funcionamento ? : Não. Hoje, uma galeria de lojas.

Paulista (Rua Augusta, 2767) (São Paulo - SP)


1954
1954
1954

São Caetano (São Paulo - SP)

Inauguração pública : 09/01/1934
Programa inaugural : "O Precioso Ridiculo" (1933), com Ed. G. Robinson e "Não Há Maior Amor" (1933), com Betty Jane Graham.
Proprietários : Empresa Cine Brasil Ltda.
Endereço : Rua São Caetano, 98 (esquina com Rua São Lazaro) - Luz
Em funcionamento ? : Não. Hoje, uma agência bancária.

2014
2014
Licença Creative Commons
As fotos e informações deste site estão protegidas e licenciadas pela Creative Commons.

Arquivo do blog

ACESSE O BLOG INICIAL


BIBLIOGRAFIA DO BLOG

PRINCIPAIS FONTES DE PESQUISA

1. Arquivos institucionais e privados

Bibliotecas da Cinemateca Brasileira, FAAP - Fundação Armando Alvares Penteado e Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - Mackenzie.

2. Principais publicações

Acervo digital dos jornais Correio de São Paulo, Correio Paulistano, O Estado de S.Paulo e Folha de S.Paulo.

Acervo digital dos periódicos A Cigarra, Cine-Reporter e Cinearte.

Site Arquivo Histórico de São Paulo - Inventário dos Espaços de Sociabilidade Cinematográfica na Cidade de São Paulo: 1895-1929, de José Inácio de Melo Souza.

Periódico Acrópole (1938 a 1971)

Livro Salões, Circos e Cinemas de São Paulo, de Vicente de Paula Araújo - Ed. Perspectiva - 1981

Livro Salas de Cinema em São Paulo, de Inimá Simões - PW/Secretaria Municipal de Cultura/Secretaria de Estado da Cultura - 1990

FONTES DE IMAGEM

Periódico Acrópole - Fotógrafos: José Moscardi, Leon Liberman, P. C. Scheier e Zanella.

Acervos particulares de Luiz Carlos Pereira da Silva, Caio Quintino e Ivani Cury.

PRINCIPAIS COLABORADORES

Luiz Carlos Pereira da Silva e João Luiz Vieira.

OUTRAS FONTES: INDICADAS NAS POSTAGENS.