Ritz - São João (Novo prédio) (São Paulo - SP)

Inauguração pública : 16/04/1981
Filme inaugural :
"Feios, Sujos e Malvados", de Ettore Scola, com Nino Manfredi.
Exibidor : Empresa Sul Paulista
Diretor de publicidade : Caetano Abbruzzini Netto
Endereço : Av. São João, 597 - Centro
Capacidade : 600 lugares
Em funcionamento ? : Não. O local foi transformado em estacionamento.
Curiosidades :
O novo cine Ritz conservou o logotipo do cine Ritz de 1943 (fechado em 1954).
O novo Ritz foi instalado em um novo edifício erguido no mesmo local do pequeno prédio do antigo cine Ritz (depois Rivoli) demolido no final dos anos de 1960.
O novo Ritz, segundo Caetano Abbruzzini Netto, então chefe do Departamento de Publicidade da Empresa Sul Paulista, estava perfeitamente adaptado às condições do centro de São Paulo naquela época: "Dispensamos os luxos excessivos, porque nos preocupamos acima de tudo em oferecer conforto ao espectador. São 600 lugares, tamanho ideal para um cinema de centro, com um sistema de ar condicionado que funciona mesmo, projetor Simplex X-L e lanterna Xenon de procedência norte-americana, que dá maior nitidez à projeção".
A plateia do cinema tinha piso de borracha, paredes decoradas com chapas de ferro em forma de árvores, poltronas medindo 55 cm. de braço a braço (em geral, as poltronas de cinema tinham 50 cm. de largura), estofadas em napa marrom. Mas a grande atração do novo Ritz, segundo Abbruzzini, era a sala de espera - "a maior do Brasil" - com uma área de 480 metros quadrados, em forma de praça, com postes, bancos de ferro e carpete imitando grama. O luminoso na parte externa do prédio, em acrílico e com lâmpadas de neon era também outro ponto de destaque do novo cine Ritz, segundo Abbruzzini: "A noite, quando estiver aceso, ele iluminará boa parte da São João, e poderá ser visto desde a praça do Correios até a Avenida Duque de Caxias".








Licença Creative Commons
As fotos e informações deste site estão protegidas e licenciadas pela Creative Commons.

Arquivo do blog

ACESSE O BLOG INICIAL


BIBLIOGRAFIA DO BLOG

PRINCIPAIS FONTES DE PESQUISA

1. Arquivos institucionais e privados

Bibliotecas da Cinemateca Brasileira, FAAP - Fundação Armando Alvares Penteado e Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - Mackenzie.

2. Principais publicações

Acervo digital dos jornais Correio de São Paulo, Correio Paulistano, O Estado de S.Paulo e Folha de S.Paulo.

Acervo digital dos periódicos A Cigarra, Cine-Reporter e Cinearte.

Site Arquivo Histórico de São Paulo - Inventário dos Espaços de Sociabilidade Cinematográfica na Cidade de São Paulo: 1895-1929, de José Inácio de Melo Souza.

Periódico Acrópole (1938 a 1971)

Livro Salões, Circos e Cinemas de São Paulo, de Vicente de Paula Araújo - Ed. Perspectiva - 1981

Livro Salas de Cinema em São Paulo, de Inimá Simões - PW/Secretaria Municipal de Cultura/Secretaria de Estado da Cultura - 1990

FONTES DE IMAGEM

Periódico Acrópole - Fotógrafos: José Moscardi, Leon Liberman, P. C. Scheier e Zanella.

Acervos particulares de Luiz Carlos Pereira da Silva, Caio Quintino e Ivani Cury.

PRINCIPAIS COLABORADORES

Luiz Carlos Pereira da Silva e João Luiz Vieira.

OUTRAS FONTES: INDICADAS NAS POSTAGENS.